O que é educação liberal

Segundo o educador John Dewey, a separação da educação liberal da profissional e industrial veio dos antigos gregos, e era formulada na divisão de classes que separava aqueles que precisavam de trabalhar para viver e os que não tinham essa necessidade. A educação liberal, que consistia do aprendizado de conhecimentos gerais e da prática do esporte, era então presumida como sendo superior simplesmente por estar ligada à classe dos homens livres. No mundo atual onde todas as pessoas adultas são esperadas a se engajar em algum trabalho produtivo, não há lugar para esse tipo de preconceito.

A educação liberal foi preservada na Civilização Ocidental por ser o melhor modo de cultivo da razão, o elemento essencial da vida equilibrada. A vida equilibrada significa não ser nem escravo nem escravista. Significa compatibilizar o trabalho com a liberdade. E o exercício da liberdade requer o cultivo da mente através da educação liberal. Stringfellow Barr (1897-1982), um professor de História que foi reitor de uma universidade americana afirmou que ‘a sociedade democrática depende de que uma boa parte dos seus indivíduos tenha uma boa educação liberal, sem a qual as pessoas são levadas a interpretar erradamente o passado, julgar erradamente o presente e negar a própria esperança de futuro’.

Nas universidades norte-americanas ditas liberais, a educação liberal é obrigatória para todos os tipos de diplomas oferecidos através dos ‘breath requirements’ ou pré-requisitos de amplitude de conhecimentos. Isso significa que um aluno que queira se especializar em química, física ou outra ciência qualquer, também tem que adquirir conhecimentos nas áreas humanas, e um aluno que queira se especializar nas áreas humanas é obrigado a adquirir conhecimentos sobre as ciências.

Um dos pilares da educação liberal é o estudo das obras dos grandes pensadores e cujo conjunto é conhecido como o cânone da civilização ocidental. A grande vantagem do cânone é permitir uma visão sem as mantas nacionalistas ou ideológicas dos historiadores. Mesmo assim, nas décadas de setenta e oitenta, nos Estados Unidos, os militantes da Nova Esquerda passaram a atacar o cânone como sendo uma tática de manutenção da hegemonia ocidental. Tais ataques e a defesa aos mesmos levaram à chamada ‘guerra de culturas’.

Nos Estados Unidos, a ‘guerra de culturas’ das décadas de setenta e oitenta, não foi a primeira investida contra a educação liberal. Os fatores econômicos de costume sempre colocaram pressão nos orçamentos do ensino superior e quase sempre terminam com um encolhimento da educação liberal.

A ‘guerra de culturas’ também chegou ao Brasil, na ideia de que a expectativa de saber falar e escrever corretamente é uma tirania das elites. Assim como nos Estados Unidos essa provocação é causada por militantes da Nova Esquerda dentro de certas universidades.


Jo Pires-O’Brien é uma brasileira residente na Inglaterra e editora da revista eletrônica PortVitoria, sobre a cultura ibérica:  www.portvitoria.com

***
Check out PortVitoria, a biannual digital magazine of current affairs, culture and politics centered on the Iberian culture and its diaspora.

PortVitoria offers informed opinion on topics of interest to the Luso-Hispanic world. Its content appears in Portuguese, Spanish &/or English.

Help PortVitoria to continue by putting a link to it in your blog or Facebook account.

Anúncios

5 comentários sobre “O que é educação liberal

  1. Certo. A educação liberal é linda, bonita e cheirosa. Ok. Mas por quê? E por quê ela é melhor que a educação socialista?

    1. “É óbvio que, no mundo sem escravos e mais igualitário da atualidade, espera-se que todos trabalhem em alguma ocupação. … Nos países do Ocidente onde a educação liberal é valorizada, esta é ensinada em paralelo com a educação vocacional. … O mundo de hoje não tem escravos, mas o dever de trabalhar, somado às vicissitudes do mercado de trabalho, pode oprimir o indivíduo, fazendo dele um escravo virtual. Em outras palavras, em termos mentais, a sociedade ainda é dividida entre mestres e escravos. A educação liberal permite que o indivíduo enxergue mais longe, e essa visão é altamente libertadora.” Joaquina Pires-O’Brien, O homem razoável e outros ensaios, e-book KDP Amazon, 2016.

  2. Muito obrigado, gostei muito do seu texto é bastante exclarecedor e me ajudou…
    Você pode me indicar alguns livros que possa formar pensadores liberais?

    1. Prezado Altiéres,
      Não dá para indicar livros específicos pois mesmo aqueles que não são considerados liberais têm seu valor. Você pode começar lendo os artigos e resenhas da revista PortVitoria.com que eu edito desde 2010. Boas leituras!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s